‘Uma Palhaçada Federal’ vai acontecer na Praça Mauá

Esta sexta-feira (19/jul) promete rolar ‘Uma Palhaçada Federal’, às 12 horas, na Praça Mauá, em Santos. A apresentação gratuita não ocorrerá caso haja chuva. Produção da Cia. Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses, a peça tem direção de Marcos Pavanelli e Simone Brites Pavanelli, e texto assinado por Junior Brassalotti, que contracena com Sidney Herzog.

Chevette e Fuxico são dois palhaços desempregados e desiludidos com a banalização da profissão, até que Fuxico resolve se candidatar à presidência da República dando início à uma série de confusões. Uma sátira que evidencia a diferença entre os políticos e os palhaços.

Tendo como tema central o cenário político brasileiro e as eleições, os atores criadores Junior Brassalotti e Sidney Herzog utilizam de técnicas circenses variadas para a composição dospalhaços Fuxico e Chevette, tipos fixos de investigação estética da dupla de atores desde 2005.

Ele, o palhaço, nos contagia, nos arrasta, permitindo que nos afetemos pela alegria, pelo jogo, pela rebeldia, possibilitando uma visão crítica da vida, o que nos desperta a busca por outros modos de existência. Nesse sentido a transgressão pode ultrapassar o comum, o naturalizado, abrindo espaço para novas relações e maneiras de sentir, pensar, agir.

A política brasileira as vezes é compreendida apenas pela sua organização partidária. Sendo assim, comumente, muitas pessoas se declaram a políticas por não entenderem que esseconceito está em nossas vidas pelo simples fato de existirmos. Qualquer ato, opiniãoou escolha que fazemos é de característica política. Essa preça pretende buscar a reflexão sobre essa alienação a respeito deste tema que permite aos políticos brasileiros a facilidade para a corrupção. Os palhaços fazem isso com muito humor, das mais diferentes maneiras passando pelos protestos e negação e também pela criação e afirmação de outras possibilidades de existência, reflexão e ação.

‘Uma Palhaçada Federal’ é o terceiro espetáculo do grupo, foi contemplado em 2011 com o 1º Facult (Fundo de Apoio a Cultura de Santos da Prefeitura Municipal). Estreará no dia 17 de Abril na Concha Acustica, realizando outras cinco apresentações até abril e depois seguimos carreira com o espetáculo Brasil afora, ele fala de eleições, então é um ano ótimo pra a companhia dar seu recado.

Os  Panthanas – Núcleo de Pathifarias  Circenses. É o primeiro grupo da Baixada Santista de pesquisa da linguagem circense, nasceu na Escola Livre de Circo em Santos em abril de 2005. Seus componentes, em parceria com a Oficina Cultural Pagu e Oficina Cultural Gerson de Abreu do Governo do Estado de São Paulo, ministraram oficinas de circo por todas as cidades da Baixada Santista e algumas do Vale do Ribeira levando o circo para várias pessoas, incentivando novos grupos e apaixonados por essa milenar arte e dividindo o conhecimento adquirido com o Núcleo Pavanelli na Escola Livre de Circo da Oficina Pagu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s