3º Ciclo ‘A Saúde Mental no Cinema’ discute arte e inclusão social

Após o sucesso das duas primeiras edições, no segundo semestre de 2011 e em maio deste ano, o site CineZen, a Associação Projeto TAMTAM, e o Pólo de Atenção Intensiva em Saúde Mental da Baixada Santista (PAI-BS) realizam pela terceira vez o ciclo A Saúde Mental no Cinema, tendo em vista o Dia Mundial da Saúde Mental (10/10). Assim como nas ocasiões anteriores, serão exibidos três filmes, seguidos por bate-papos com o diretor da ONG, Renato di Renzo, os psiquiatras do PAI – doutores Eduardo Calmon de Moura, Fernando Venturini e Sidney Gaspar, que devem se revezar na programação -, e o editor do CineZen, André Azenha, que mediará a série.

Nesta terceira edição, os longas escolhidos são: “Preciosa” (12/10), aborda a violência doméstica, bullying e síndrome de down; “À Beira da Loucura” (19/10), retrata os suicidas; e “Íris” (26/10) é sobre o mal de Alzheimer. O projeto tem apoio cultural da Vídeo Paradiso.

Nos encontros, iniciados sempre às 19h no Café Teatro Rolidei (Av. Pinheiro Machado, 48/Santos) e abertos ao público geral, serão distribuídos gratuitamente pipoca e refrigerante. Ao final de cada bate-papo, haverá sorteio de brindes: ingressos de cinema, vales-locação de filmes, livros, entre outras surpresas. Para a entrada, pede-se a gentileza de um brinquedo novo ou em bom estado para a ação Na Trilha do Noel, da ONG TAMTAM.

“Como sempre a TAMTAM tem o prazer de somar-se a parceiros que atuam em limiares que comportam Arte e Saúde Mental! O CineZen complementa nossas ações e soma, através da sétima arte: o cinema! Loucura boa e prazerosa!”, comemora Renato di Renzo.

“A realização pela terceira vez de um encontro de cinema e saúde mental é a prova de que, em rede, conseguimos trabalhar em prol de uma sociedade inclusiva de fato. Os encontros são vivos, participativos, críticos e construtivos”, celebra Cláudia Alonso, coordenadora da TAMTAM.

Para André Azenha, o ciclo traz ao público o lado transformador do cinema. “Os filmes podem entreter, sim, mas há aqueles que transcendem, geram reflexão, debates, utilizam fatos da sociedade nem sempre retratados como poderiam, para chamar a atenção do público. E essa é uma das funções da arte”, explica o jornalista.

PRECIOSA – UMA HISTÓRIA DE ESPERANÇA. Direção: Lee Daniels | 1987, Nova York, bairro do Harlem. Claireece “Preciosa” Jones (Gabourey Sidibe) é uma adolescente de 16 anos que sofre uma série de privações durante sua juventude. Violentada pelo pai (Rodney Jackson) e abusada pela mãe (Mo’Nique), ela cresce irritada e sem qualquer tipo de amor. O fato de ser pobre e gorda também não a ajuda nem um pouco. Além disto, Preciosa tem um filho apelidado de “Mongo”, por ser portador de síndrome de Down, que está sob os cuidados da avó. Quando engravida pela segunda vez, Preciosa é suspensa da escola. A sra. Lichtenstein (Nealla Gordon) consegue para ela uma escola alternativa, que possa ajudá-la a melhor lidar com sua vida. Lá Preciosa encontra um meio de fugir de sua existência traumática, se refugiando em sua imaginação. Ganhou Oscars de roteiro e atriz coadjuvante.

*André Azenha – Associação Projeto TamTam

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s