Entrevista sobre políticas culturais com Luiz Xavier (PSTU)

Nascido em Piracicaba (SP) em 30 de maio de 1956, Luiz Antonio Xavier é divorciado. O candidato concorre à Prefeitura de Santos pelo Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU/16).

Dentro do seu plano de governo disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (Baixe aqui), o prefeiturável comenta sobre a injustiça social na Cidade, garante uma gestão voltada à camada populacional de baixa renda e destina um parágrafo às políticas culturais, aos cuidados de Tamiris Rizzo.

Sua principal medida de governo seria a ampla proposta de valorização gratuita da cultura popular, como o hip hop na periferia, teatro, música e outros segmentos, principalmente entre os jovens e os mais pobres. O plano também afirma que “Não queremos eventos culturais voltados ao mercado e aos ricos”. Confira abaixo a entrevista virtual com o candidato.

1) Sobre o plano, caso eleito, não haverá mais espetáculos artísticos voltados ao mercado e aos ricos nos teatros públicos? Defendo que a produção artística e as atividades culturais sejam um direito de todos e todas. Não se trata de excluir os mais ricos os cercear o acesso existente, mas sim de garantir que os mais pobres possam usufruir desse direito também. No atual modelo, o acesso à cultura de qualidade custa caro e é para poucos, ou seja, é um modelo elitista, típico da sociedade capitalista na qual as desigualdades são brutais. Em nosso governo, a prioridade vai ser garantir as condições para que a ampla maioria da população possa produzir e usufruir de cultura.

Outro tema importante é: nossa cultura não pode ser escrava dos desmandos do mercado, isto é, uma fonte de enriquecimento de algumas poucas empresas do setor que definem a “agenda cultural” da cidade. É preciso democratizar a produção artística e o acesso às atividades culturais.

2) A valorização da cultura popular e das artes será prioritariamente em quais zonas de Santos? Serão criados que tipo de espaços ou projetos culturais? A valorização da Cultura popular deve se dar em todo cidade, contudo, devemos priorizar as áreas mais carentes e degradadas: os morros, palafitas, a zona noroeste, o centro e áreas em volta do Porto. Podemos utilizar áreas degradas nesses espaços para criação de projetos culturais (musicais, teatrais, etc) que envolvam, por exemplo, as crianças de ruas, os jovens da periferia, grupos de rap, samba, etc.

3) Poderia exemplificar como aproximar os eventos culturais ao trabalhador? Existem diversas formas de aproximar os eventos culturais do trabalhador. Em primeiro lugar, é preciso que esses eventos ocorram próximos ao local de moradia dos trabalhadores. Em outras palavras, temos que levar os eventos para próximo do povo. Em segundo lugar, é necessário que os conteúdos dos eventos dialoguem com a realidade e a afinidade cultural do trabalhador.

4) Você já acompanha as mobilizações artísticas e o Conselho Municipal de Cultura? Acompanho e participo de diversas mobilizações e eventos artísticos, sobretudos os mais populares. Infelizmente, não pode acompanhar o Conselho Municipal de Cultura, mas acredito que o Conselho, organizado de forma democrática e autônoma à Prefeitura, possa cumprir um importante papel no se que refere à política cultural na cidade.

5) Caso eleito, Santos será integrada no Sistema Nacional de Cultura logo no primeiro biênio da sua gestão? A articulação em nível federal é importante, entretanto, caso signifique perda de autonomia e controle político por parte do governo federal, estamos contra. É preciso avaliar com precisão o Sistema Nacional de Cultura para saber se é positivo ou não a integração. A consultada aos movimentos artísticos da cidade sobre esse tema é decisivo. Não menciona uma proposta específica à cultura ou às artes, mas, sucintamente, comenta sobre a descentralização da Administração municipal, além de uma educação mais criativa às crianças.

Debate temático. O 10º Curta Santos – Festival de Cinema de Santos promove debate inédito dos prefeituráveis acerca da cultura no próximo sábado (22/set), às 14h, no Cine Roxy 5 (Av. Ana Costa, 443/Santos).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s