Vicente Amorim e Fernando Morais vão à avant-première no Cine Roxy

Da união dos talentos do diretor Vicente Amorim (“O Caminho das Nuvens” e “Um Homem Bom”); dos astros japoneses Tsuyoshi Ihara (“Cartas de Iwo Jima”), Takako Tokiwa, Eiji Okuda e grande elenco; e dos produtores João Daniel Tikhomiroff, Gil Ribeiro e Michel Tikhomiroff, “Corações Sujos” é um dos filmes mais aguardados do ano, com estreia nacional marcada para 17 de agosto. Dois dias antes, às 20h, na sala 1 do Roxy 4, no Pátio Iporanga, acontece a avant-première do longa em Santos, em parceria com a TV Tribuna. Marcarão presença o diretor Vicente Amorim e o escritor Fernando Morais, responsável pelo livro (de 2001, vencedor do Prêmio Jabuti) que deu origem à produção cinematográfica.

Uma história universal e inesquecível, que retrata com força e lirismo a trajetória dos personagens de uma tragédia japonesa em solo brasileiro. Artífices de uma guerra fratricida, que marcou para sempre uma geração de imigrantes. E que permaneceu desconhecida por décadas. A trama acompanha o imigrante japonês Takahashi, dono de uma pequena loja de fotografia, casado com Miyuki, uma professora primária.

Inspirado em fatos reais, “Corações Sujos” nos mostra a transformação de Takahashi de homem comum em assassino, enquanto sua mulher luta contra o destino, tentando em vão salvar seu amor em meio ao caos e à violência. No Brasil, logo depois da guerra, a imensa população de imigrantes japoneses (a maior fora do Japão) era segregada e reprimida pelo Estado. Para estes imigrantes, oprimidos numa terra estranha, a ideia de derrota na guerra era muito dolorosa. Muitas organizações, alimentadas pela ignorância imposta a eles pelo governo brasileiro, nasceram dedicadas a divulgar a “verdade” da vitória do Japão na guerra e a reprimir e assassinar os “derrotistas” – os “corações sujos”.

Takahashi reluta, mas acaba se tornando membro de um destes grupos. A escolha feita por ele, em nome do Espírito Japonês, o transforma também num matador. E Miyuki, sua mulher, nos conta como sua história de amor se perdeu em meio à guerra fratricida – de japoneses contra japoneses – que aconteceu em pleno interior do Brasil.

*Cine Roxy/TV Tribuna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s