Desfile beneficente ‘E aí, beleza? Eu sou assim! – Um louco evento’ promete surpresas no dia 21

 

“E aí, beleza? Eu sou assim!” é parte de ações que promovem e potencializam um “outro olhar acerca da beleza”, proporcionando encontros e troca entre parceiros, amigos, beneficiários e familiares, a fim de divulgar e celebrar as diferenças. Em 21 de agosto, uma terça-feira, a partir das 20h, na Capital Disco (Av. Francisco Glicério, 206/Santos), o público da Baixada Santista poderá conferir o resultado do projeto, em um desfile que promete muitas surpresas. Na terceira edição do encontro, serão mais de 70 “modelos” de vários segmentos: crianças, jovens, adultos, idosos, com e sem múltiplas deficiências, síndromes ou distúrbios, também modelos especiais ligados ao movimento GLBTS, lideranças comunitárias, políticos e profissionais da área da comunicação. A entrada é R$ 30,00. Toda a renda será revertida para as atividades diárias da Associação Projeto TAMTAM, já que a ONG não conta com nenhum tipo de apoio ou subvenção financeira.

O evento acontece após a Conquista do Prêmio Cultura e Saúde, da Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do MINC, celebrando a conquista e ampliando os olhares da cidade como um todo. Para essa realização fez-se necessário um espaço maior, através daparceria com o Grupo Mendes, que cedeu a Capital Disco.

O desfile. A “produção” do evento está sendo feita “a todo vapor” – mais de cem peças entre vestidos, saias, blusas, calças, acessórios, estão sendo feitas com milhares de retalhos de tecidos de todos ostipos. Na produção, mães, alunos, voluntários e parceiros especiais como a costureira Glaucia Lourenço, que criará looks únicos para um momento especial com todas as crianças e convidados especiais, que usarão uma criação da Dhuo Moda, exclusiva para o momento.

Cenas performáticas serão entremeadas com o desfile dos looks na passarela, um filme sobre a ONG será criado por Cristina Sara, do Estudio 58, e os convidados participarão de Sorteios de Tablets e roupas da Uó do Borogodó e Beneditta, além receberem ao final um “presente especial” que simbolizará o amor e a loucura em infinita união. São 500 brindes confeccionados mão a mão para cada convidado.

“Nosso dia a dia é uma verdadeira ‘terapia comunitária’, pois muitos podem manifestar-se sobre a importância de ser, o que se é, sendo acima de tudo feliz, compartilhando as diferenças e a potencialidade de cada um”,e xplica Claudia Alonso. Segundo a coordenadora da ONG, há um significativo aumento na qualidade relacional das pessoas e na saúde mental coletiva. Todas as segundas e quartas-feiras ininterruptamente, um grupo de mães e voluntários se reúne para reciclar e reutilizar tecidos e diversos materiais. O grupo produziu mais de 300 porta-retratos que estão no cenário dos figurinos para peças de teatro, lembranças em datas comemorativas e, é claro, todos os looks que estarão no Desfile.

“É algo maravilhoso. Representa a projeção de uma beleza interior. Essa integração com nossos filhose  amigos”, celebra Suzane de Souza Silva, mãe de Renan Ayres Silva, aluno do Encontros e do Jazz. Já para Arminda Aparecida Melão, mãe da Nayanne, participar do desfile “é bom para o corpo e a alma”. “A pessoa se solta e enxergamos, nela, a felicidade estampada. Mexe com a cabeça das pessoas, quesão capazes de fazer isso e muito mais. Não temos limite”, afirma. Tanto mães como os alunos participarão do desfile.

“Eu sou assim!” O diálogo e o celebrar das diferenças permitem ao grupo de beneficiários e seus familiares, novas perspectivas e um novo alimento para o futuro. Outrostalentos foram sendo despertados e valorizados, respeitando potencias e habilidades de cada um dos participantes. Assim, os encontros de grupos de mães, outrora sazonais e, realizados apenas para a realização dos Desfiles nos anos de 2008 e 2009, agora tem novos rumos: hoje as oficinas ocorrem duas vezes por semana e, por vezes, aos sábados a tarde – um verdadeiro encontro de potências e talentos que despertam a cada dia.

“O projeto é mais do que falar de estética. Fala de estética, mas de um modo novo, um olhar melhor para a beleza, não somente a beleza física. O que é a estética? Em um momento em que o Brasil se mostra diferente, estamos renovando as pessoas. As pessoas de outros países querem conhecer o Brasil. Participei de um Encontro e um jovem, quando chamado, disse: ‘eu sou cego’. Ele tem esse problema, mas vive, tem amigos, participa de várias atividades, é feliz, seguro. Essa é a ideia do ‘eu sou assim’: não ter vergonha, tratar todos como seres humanos, independente da classe social, estilo, etc”, diz Renato Di Renzo, criador e coordenador da TAMTAM.

Uma verdadeira rede solidária está formada para esse grande momento e a frase principal é: “É por causa deles que causamos cada vezmais!”: Estudio 58 Imagens Aéreas; Gráfica Demar; Gardenia Flores; Renata Gaia; Potenza; Frysson Estética;Zezé Coiffeur; Ghaoui Publicidade; Dhuo Moda; Conceito 7; Beneditta; Uó do Borogodó; Masano Eventos.

A ONG TAMTAM. Atua em Santos, na área de arte, diversidade e saúde mental, oportunizando para a população o acesso à cultura, em ações que promovem diariamente a inclusão. As atividades promovidas pela entidade são: Teatro para crianças, jovens e adultos, Balé e Jazz, Literatura e Poesia, Reciclagem e reutilização de objetos, além de oficinas, palestras e ações junto às comunidades. Todas as ações são inclusivas. Atualmente a instituição atende gratuitamente 160 beneficiários.

*André Azenha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s