Cia. Héterus encena ‘Édipo Rei’ no Teatro Aberto dia 11

A Cia. Héterus de Teatro realiza no próximo dia 11, às 20h, a apresentação do espetáculo ‘Oedipvs Rex’ (‘Édipo Rei’) no Espaço Teatro Aberto (Praça dos Andradas, 102/Santos). A peça tem direção de Rodrigo Caesar, que contracena com Natan de Alencas, Mônica Cohollos, Carol Rainho, Gustavo Roëmer e Lucas Magalhães. Os ingressos custam R$ 10.

O texto faz parte da literatura clássica do teatro, foi escrito por Sófocles em 427 a.C.. Trata-se de um mito grego, o qual ilustra a impotência humana diante do destino. O herói, e agora rei, governa a cidade de Tebas depois de ter desvendado os enigmas da funesta Esfinge, a “inexorável cantadeira”, e se casa com Jocasta, com quem teve quatro filhos (Polinices, Etéocles, Antígona e Ismene).

Algum tempo depois, a cidade se depara com uma terrível peste. Ao mandar seu cunhado Creonte consultar o oráculo de Delfos, descobre que a única maneira de acabar com o mal é descobrindo os assassinos de seu antecessor, o rei Laios.

O crime não é vulgar: o homicida que o investigador procura, matara um rei. E através de uma série de depoimentos, interrogando testemunhas e fazendo uma acareação final, o inquérito mergulhará na extensão e na profundidade do delito: mais que assassinato, foi cometido parricídio, e além de parricídio, incesto.

O criminoso matou o próprio pai e casou-se com a própria mãe, sem ter consciência disso. Ao terminar sua convulsiva busca ao facínora, o investigador aprenderá que esteve o tempo todo à procura da própria identidade – é ele “o filho maldito, o marido maldito, o maldito assassino do próprio pai”. O espetáculo traz à tona a estória num contexto pós-moderno, com aspectos intimistas para aproximar o público ao enredo da peça.

Cia Héterus de Teatro. Nasceu na cidade de São Vicente, no ano de 2007. Surgiu, inicialmente, da vontade de quatro artistas: Rodrigo Caesar, Romulo Crescente, Gustavo Roëmer e Diego Spósito, de desenvolver um trabalho profissional na área da comédia. Após quatro anos de trabalho com o espetáculo cômico “O famoso Quem”, de autoria de Romulo Crescente e Diego Spósito, a Cia. Héterus de Teatro partiu para um trabalho dramático, desafiando a linguagem da tragédia grega e remontando o espetáculo Édipo Rei.

Atualmente a Cia Héterus, que ganhou o Mapa Cultural Paulista de 2011 – fase regional – e segue para a fase Estadual com esse espetáculo, pretende se aprofundar no estudo de grandes clássicos do teatro com nova roupagem, assumindo a necessidade de estudar novas linguagens e formas para a encenação teatral.

*Cia. Héterus de Teatro

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s