Programação Oficial do 54º Festival Santista de Teatro

13 DE ABRIL, sexta-feira

20h – ABERTURA OFICIAL DO FESTA 54
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.

21h – RIDÍCULOS AINDA E SEMPRE (PARLAPATÕES). Mostra Adulto.
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

23h – HOMENAGEM A ZÉLLUS MACHADO. Quintal da Pagu.
Show Lírico, Popular e Bandido. Com Danilo Nunes e Simone Ancelmo.
Local: Praça dos Andradas.

14 DE ABRIL, sábado

11h – OFICINA TEATRO DO OPRIMIDO: JOGOS PARA ATORES E NÃO ATORES. Com Dodi Leal.
Local: SESC SANTOS – (das 11h às 13h e das 14h às 18h).

19h – DOÍDAS (CIA ILUSTRADA). Mostra Paralela.
Local: Teatro Guarany.

21h – AS DESGRAÇADAS (CIA AURORAS). Mostra Adulto.
Local: SESC SANTOS.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

22h30 – IN SÃ: O UNIVERSO DO ROSÁRIO EM NÓS (UP3). Mostra Paralela Adulto.
Local: Teatro Aberto.

23h – WILLKOMMEN IM CABARET (K7 PRODUÇÕES). Quintal da Pagu.
Local: Praça dos Andradas.

15 DE ABRIL, domingo

11h – MESA-REDONDA E DIÁLOGOS HISTÓRICOS: O TEATRO SANTISTA ONTEM E HOJE.
Debatedores: Miriam Vieira; Caio Martinez Pacheco e Lizette Negreiros.
Mediador: Fabíola Nascimento
Local: SESC SANTOS

14h – RUA DO LAZER – PROGRAMAÇÃO PARA CRIANÇAS COM A TRUPE TRALHA MÉDICA.
Local: Praça dos Andradas.

16h – CADA QUAL NO SEU BARRIL (CIA DA REVISTA). Mostra Infantil.
Local: Teatro Guarany.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

17h30 – A PEREIRA DA TIA MISÉRIA (NÚCLEO ÁS DE PAUS). Mostra de Rua.
Local: Parque Roberto M. Santini (Emissário Submarino).
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

20h – RECLAME – UMA HISTÓRIA DE AMOR (CENICOMANIA). Mostra Adulto.
Local: Museu da Imagem e do Som de Santos.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

22h – PAPO CABEÇA (GRUPO BOCA). Mostra Paralela Adulto.
Local: Teatro Guarany.

23h – SARAU POÉTICO: POEMAS DE BERTOLT BRECHT, HEINER MULLER, OSWALD DE ANDRADE E MAIAKOSVKI. Quintal da Pagu.
Local: Praça dos Andradas.

16 DE ABRIL, segunda-feira

15h – A CENTOPÉIA JUDITE (CIA ARUEIRAS). Mostra Infantil.
Local: Teatro Guarany.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

17h – TOP! TOP! TOP! (IVO 60). Mostra de Rua.
Local: Praça Mauá.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

21h – DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL (CIA PROVISÓRIA). Mostra Adulto.
Local: Teatro Municipal Brás Cubas.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

23h – BANDA SAX’ BASS OVER DUB. Com Boldrini e Maurício Fernandes. Quintal da Pagu.
Local: Praça dos Andradas.

17 DE ABRIL, terça-feira

11h – PALESTRA TEATRO DE GRUPO NO PROCESSO COLABORATIVO: LATÃO, VERTIGEM, LUME E NÓS AQUI, OUTRA VEIS.
Palestrante: Stela Fischer.
Local: SESC SANTOS.

15h – CLARICE MATOU OS PEIXES (CIA DO ABRAÇÃO). Mostra Infantil.
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

19h – CAFÉ (CIA EFÊMERA). Mostra Paralela.
Local: Teatro Guarany.

21h – O CANTO DE GREGÓRIO (MAGILUTH). Mostra Adulto.
Local: SESC SANTOS.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

23h – QUEM NÃO GOSTA DE SAMBA BOM SUJEITO NÃO É. (TRIO SAMBA DE RODA). Com Rafaela Laranja e Convidados. Quintal da Pagu.
Local: Praça dos Andradas.

18 DE ABRIL, quarta-feira

11h – MESA REDONDA: A IMPORTÂNCIA DO ESTÍMULO AO DESENVOLVIMENTO DE UM PENSAMENTO SOCIAL CRÍTICO NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DO ATOR.

Debatedores: José Fernando, Lucienne Guedes e Vinícius Torres Machado.
Mediador: Stela Fischer
Local: SESC SANTOS.

15h – SEM MAIS NEM MENOS (CIA NOZ DE TEATRO E DANÇA). Mostra Infantil.
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

19h – ZÉ JACUNÉ (CIA POPATAPATAIO). Mostra Paralela.
Local: Teatro Guarany.

21h – AS TRÊS IRMÃS (TRAÇO CIA DE TEATRO). Mostra Adulto.
Local: SESC SANTOS.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

23h – VIBE TRIO. Com Joy Peniche. Quintal da Pagu.
Local: Praça dos Andradas.

19 DE ABRIL, quinta-feira

11h – OFICINA DE INTERPRETAÇÃO: O PALHAÇO E O JOGO (CIA TRAÇO DE TEATRO).
Local: SESC SANTOS (das 11h às 13h e das 15h às 18h).

15h – O PATO A MORTE E A TULIPA (CIA DE FEITOS). Mostra Infantil.
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

17h – HELENA PERDE PERDÃO E É ESBOFETEADA (TABLADO DE ARRUAR). Mostra de Rua.
Local: Praça Mauá.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

19h – SALVE-ME (CIA ÁTICA). Mostra Paralela.
Local: Teatro Guarany.

21h – ENCONTRO DE DOIS (TRUP TRIART). Mostra Paralela.
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.
*Espetáculo convidado pelo trabalho social.

23h – NOITE COLOR. Parceria com Drag Queen Curso. Com DJ Thomas. Quintal da Pagu.
Local: Praça dos Andradas.

20 DE ABRIL, sexta-feira

11h – OFICINA: POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A ÁREA CULTURAL. Com Andréia Pacheco e Leandro Taveira.
Local: SESC SANTOS (das 11h às 13h e das 15h às 18h).

13h – FUTEBOL, NOSSA PAIXÃO: PRA FALAR SOBRE POLÍTICA, FUTEBOL E RELIGIÃO.
Cambada de Teatro em Ação Direta Levanta Favela. Mostra de Rua.
Local: Praça Mauá.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

21h – O OVO E A GALINHA  (TEATRO DO DESCONHECIDO). Mostra Adulto.
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo.

23h – PELO BURACO DA FECHADURA (CIA OHM). Mostra Paralela.
Local: Teatro Guarany.

23h – COLETIVO QUERÔ BATUCADA. Quintal da Pagu.
Local: Praça dos Andradas.

21 DE ABRIL, sábado

15h – LEITURA DRAMÁTICA DO TEXTO “NOVAS DIRETRIZES EM TEMPOS DE PAZ”. De Bosco Brasil.
Atores: Ernani Sequinel e Pedro Norato.
Diretor e Palestrante: Bruno Fracchia
Local: Bolsa Oficial do Café.

17h – PLUFT, O FANTASMINHA (CIA RENASCER). Mostra Paralela.
Local: Teatro Guarany.

21h – CANÇÃO PARA OTHELO (TESCOM). Mostra Paralela.
Encerramento Oficial do FESTA 54.
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.
*Espetáculo Convidado em homenagem ao ator RICARDO MONTEIRO.

23h – FESTA DE ENCERRAMENTO: Pare de reclamar e venha (lutar) “cantar”. Quintal da Pagu.
Local: Praça dos Andradas.

PROGRAMAÇÃO DAS ATIVIDADES FORMATIVAS DO FESTA 54

14 DE ABRIL

OFICINA

TEATRO DO OPRIMIDO: JOGOS PARA ATORES E NÃO ATORES.
Com Dodi Leal.

Horário: 11h as 13h e das 15h as 18h.
Local: SESC Santos

O Teatro do Oprimido reúne um conjunto de jogos, técnicas e idéias desenvolvidas pelo teatrólogo Augusto Boal com o intuito de apoiar práticas políticas e ações educativas que visam compreensão das opressões vividas em sociedade : alternativas de solução são então cogitadas e ensaiadas por meio do teatro.

O objetivo desta oficina é possibilitar um contato inicial com a prática e a teoria do Teatro do Oprimido. A dinâmica é baseada na vivência de jogos teatrais, experimentação de técnicas específicas do TO e discussões sobre o seu desenvolvimento pelo mundo e no Brasil.

Programa
Exercícios e jogos teatrais – em cinco categorias.
Técnicas do Teatro do Oprimido – teatro fórum e teatro imagem.
Panorama histórico do Teatro do Oprimido.

Formador: Dodi Leal é licenciando em Artes Cênicas pela USP. Técnico em interpretação teatral pelo Teatro Escola Macunaíma. Realizou pesquisa de mestrado sobre o Teatro do Oprimido (FEA/USP). Foi aluno de Augusto Boal no CTO-RJ. Foi coordenador dos grupos de Teatro do Oprimido Metaxis, GTO-Montréal e GTO-Saguenay. Tendo ministrado oficinas em: Baccaléureat d’enseignement des arts (UQAC, Canadá); Cours de formation technique en travail social (Cegèp de Jonquière, Canadá); Prisões nacional e regional de San Salvador de Jujuy (Argentina); Grupos Impacta e Anitne (Espanha), dentre outros países. Tem difundido o estudo e aprofundamento acerca do tema do Teatro do Oprimido em suas vertentes sociais, em universidades no Brasil e exterior e em oficinas de formação.

Público:
Gente de teatro, arte-educadores e interessados em geral.

15 DE ABRIL

MESA-REDONDA E DIÁLOGOS HISTÓRICOS: O TEATRO SANTISTA ONTEM E HOJE. Com Miriam Vieira, Caio Martinez Pacheco e Lizette Negreiros.
Mediação: Fabíola Nascimento.

Horário: 11h as 13h.
Local: SESC Santos

A mesa apresenta um panorama da cena teatral santista de meados do século XX até os tempos atuais, a partir de um olhar centrado nas atividades de grupos teatrais de expressão no cenário local. A proposta é buscar uma reflexão sobre as semelhanças e diferenças entre as relações da cena teatral santista com a sociedade local e o papel político-social do movimento teatral Santista ao longo dos últimos 40 anos.

Mediação: Fabíola Nascimento: é atriz e estudante de Artes Cênicas da ECA/USP. Iniciou a carreira no movimento teatral de Santos – SP e passou por grupos como Cia. Teatral Cenicomania, Teatro Experimental de Pesquisas e Teatro do Pé. Trabalhou com diretores como Gilson de Melo Barros, Neyde Veneziano, Mateus Faconti e Platão Capurro Filho. Atualmente, é diretora assistente do espetáculo “Farrandança” e orientadora estagiária no Projeto Ademar Guerra.

Quintal da Pagu

SARAU POÉTICO: POEMAS DE BERTOLT BRECHT, HEINER MULLER, OSWALD DE ANDRADE E MAIAKOSVKI

Horário: 23h.
Local: Praça dos Andradas.

Uma ode ao Teatro Político! Leituras de poemas desde autores por parte dos participantes da atividade. Os participantes da atividade lerão poemas sorteados na hora Após cada poema, um rápido bate-papo sobre o conteúdo sócio-político da poesia será desenvolvido. Um estímulo a leitura, interpretação de texto e à escrita de caráter crítico social.

17 DE ABRIL

PALESTRA TEATRO DE GRUPO NO PROCESSO COLABORATIVO: LATÃO, VERTIGEM, LUME E NÓS AQUI, OUTRA VEIS. Com Stela Fischer.

Horário: 11h as 13h
Local:  SESC SANTOS

Processos coletivos de criação cênica com enfoque na produção e organização em grupo tem-se afirmado como a dinâmica mais usual e representativo no atual cenário teatral brasileiro. Este encontro com a pesquisadora e diretora teatral Stela Fischer irá propor uma reflexão e mapeamento dos procedimentos criativos de companhias teatrais brasileiras em atividade, a fim de analisar a organização interna, atuação, direção, construção dramaturgica e cênica em produções que consideram a cooperação e a coletividade como vetor principal da criação.

Palestrante: Stela Fischer é atriz, diretora teatral e Mestre em Artes Cênicas pela UNICAMP. Autora do livro “Processo Colaborativo e Experiências de Companhias Teatrais Brasileiras” (Editora Hucitec, 2010). Atualmente é professora de História do Teatro do Instituto de Artes da UNESP, docente do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, e do Centro de Formação do Ator Globe-SP. Em São Paulo, desenvolve atividades em teatro e performance com a sua Companhia Cênica Magna Mater.

18 DE ABRIL

MESA REDONDA: A IMPORTÂNCIA DO ESTÍMULO AO DESENVOLVIMENTO DE UM PENSAMENTO SOCIAL CRÍTICO NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DO ATOR. Com  José Fernando, Lucienne Guedes e Vinícius Torres Machado. Mediação: Stela Fischer.

Horário: 11h as 13h
Local:  SESC SANTOS

O espaço apresenta a ideia de que centros de formação de atores que priorizam somente o pensamento estético e não oferecem disciplinas que abordem política e sociedade são falhos, não dando conta de preparar seus alunos para a cena teatral deste início de século. Pretende-se, portanto, defender um pensamento pedagógico que vá além de conceitos estéticos e a importância da formação de um intérprete que seja um ator-criador, ciente de seu papel social e da necessidade da conquista de sua autonomia artística.

Debatedores:

Lucienne Guedes:Lucienne Guedes foi coordenadora e professora da Escola Livre de Teatro de Santo André, atriz fundadora do Teatro da Vertigem, com Antonio Araújo (atuou como atriz em Paraíso Perdido e como dramaturgista do espetáculo Apocalipse 1,11). Foi professora convidada do Depto. de Artes Cênicas ECA-USP em 2009 e 2010. Desenvolveu projeto de pesquisa de mestrado na ECA-USP, sob orientação de Silvia Fernandes, obtendo o título de mestre em 2011. Em 2012 iniciou o doutorado.

Vinícius Torres Machado é diretor teatral e pesquisador. Desenvolve trabalhos que exploram a linguagem da máscara e, atualmente, faz estudos sobre a obra de Samuel Beckett. Dirigiu os espetáculos A Porta e O Mais Simples Seria Não Começar…. Ministrou por alguns anos aulas no CAC/ECA/USP como professor conferencista. E é professor da ELT (Escola Livre de Teatro de Santo André).

Mediação:

Stela Fischer é atriz, diretora teatral e Mestre em Artes Cênicas pela UNICAMP. Autora do livro “Processo Colaborativo e Experiências de Companhias Teatrais Brasileiras” (Editora Hucitec, 2010). Atualmente é professora de História do Teatro do Instituto de Artes da UNESP, docente do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, e do Centro de Formação do Ator Globe-SP. Em São Paulo, desenvolve atividades em teatro e performance com a sua Companhia Cênica Magna Mater.

19 de ABRIL

OFICINA DE INTERPRETAÇÃO “O PALHAÇO E O JOGO”. Com a Cia Traço de Teatro.

Horário: 11h as 13h
Local:  SESC SANTOS

A oficina tem como principal foco a experimentação prática. Conceitos relativos a jogo, improvisação, presença cênica e trabalho em grupo serão abordados na medida em que forem vivenciados corporalmente por meio de exercícios.

Por meio de jogos teatrais e interações (ator-ator e ator-espectador) buscamos instigar os participantes a experimentarem o treinamento e postura exigidos para um trabalho na rua, conduzindo-os a um estado de percepção de seus mecanismos geradores de movimento e comicidade.

Cia Traço de Teatro. Fundada no ano de 2001. Em sua trajetória artística, a técnica do palhaço configura-se como principal recurso pedagógico de formação, treinamento e criação. Junto a esta técnica, investigações sobre o teatro de rua e o teatro cômico popular  colaboram à pesquisa cênica da Companhia. Elas instrumentalizam seus artistas para a criação de um repertório pessoal, preparando-os para uma relação livre, direta e potencialmente transformadora para com o público.

20 DE ABRIL

OFICINA “POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A ÁREA CULTURAL”. Com Andréia Pacheco.
Uma introdução às leis de incentivo e práticas em grupo exercitando a formulação de projetos culturais.

Horário: 11 as 13 e 15 as 18h.
Local: SESC SANTOS.

Andreia Pacheco Silveira é especialista em Gestão de Projetos Culturais e Organização de Eventos pela USP. Tem experiência como consultora-colaboradora da Fundação Padre Beato José de Anchieta, como supervisora de atendimento do Projeto Talentos da Maturidade, do Banco Real, e gestora cultural e consultora estratégica da Dado Macedo Produções Artísticas.

21 DE ABRIL

LEITURA DRAMÁTICA DO TEXTO “NOVAS DIRETRIZES EM TEMPOS DE PAZ”. DE BOSCO BRASIL E DEBATES:  Com Bruno Fracchia, Pedro Norato e Ernani Sequinel.

A leitura deste importante texto do teatro brasileiro será seguida de um bate-papo com Bruno Fracchia sobre “Arte, política e pensamento” a partir da obra deste dramaturgo.

Horário: 15h
Local: Bolsa Oficial do Café

Debatedores:

Bruno Fracchia: ator e escritor. Formado em Teoria Teatral pela Universidade de São Paulo. Foi aluno de Aguinaldo Silva, Jean-Pierre Sarrazac, Luiz Alberto e Marici Salomão. Um dos criadores de Fina Estampa, novela de Aguinaldo Silva exibida pela Rede Globo, é de sua autoria o estudo acadêmico O registro da solidão na dramaturgia de Bosco Brasil.

Pedro Norato Ator, professor, diretor, produtor e proprietário do Tescom. Formado em Educação Artística e Artes Cênicas pelo Centro Universitário Lusíada, atualmente, integra o elenco de Uma Canção para Otelo, espetáculo do Tescom, com direção da Tanah Côrrea.

Ernani Sequinel: graduado em Artes Visuais (Licenciatura) pela Universidade Santa Cecília, tem sua trajetória como ator ligada a grupos de teatro da Baixada Santista, como o Veritas, o Teatro Experimental de Pesquisas e o Teatro do Pé. Atualmente, faz parte do elenco do espetáculo de rua Farrandança, aulas de Mímica com Luis Louis e é aprendiz do Núcleo de Máscaras da Escola Livre de Teatro de Santo André.

Galerias FESTA 54

Acompanhe as Exposições de Artes Visuais que ocorrem durante o Festival Santista de Teatro

De 13 a 21 de abril de 2012

ESCULTURA

Galeria de Arte Braz Cubas

Exposição “Solo Fértil” de Márcio Guarrido
A exposição é composta por cerca de 300 falos entalhados em madeira.

O artista Márcio Guarrido foi trabalhador do porto de Santos e desde pequeno revelou suas habilidades artísticas. Nos anos 1970, conheceu um grupo de artistas, no qual havia um escultor, com quem aprendeu a entalhar em madeira. Desde então passou a praticar a técnica. Nos últimos anos passou a criar máscaras e a expor sua obra ao público.

Local: Teatro Municipal Braz Cubas
Horário: das 14h às 22h.
Endereço: Av. Pinheiro Machado, nº 48.

FOTOGRAFIA

Galeria Braz Cubas

Exposição Fotográfica: “Retrato Cênico” de Mariane Rodrigues e Rodney Cardoso
A exposição conta com 22 fotografias dos espetáculos que participaram da edição 53 do FESTA

O projeto nasceu do trabalho de conclusão de curso (TCC) em Jornalismo de Mariane Rodrigues e Rodney Cardoso, apresentado na Unisanta em 2011, sobre a edição 53 do Festival Santista de Teatro. O trabalho virou livro com fotografias da última edição do festival. Segundo a jornalista Mariane Rodrigues: “o intuito é de transportar as lembranças da edição passada do festival para este ano, e assim contribuir com a memória do Festival Santista de Teatro”.

Local: Teatro Municipal Braz Cubas
Horário: das 14h às 22h.
Endereço: Av. Pinheiro Machado, nº 48.

PINTURA

Galeria de Arte Braz Cubas

Exposição de obras do pintor José Carlos Amorim Melo

A produção de José Carlos Amorim Melo abrange tanto o abstrato quanto o figurativo, além da poesia, outra forma de expressão por ele explorada.
Tanto nas artes visuais como na poesia sua temática transita entre o bucólico e o romântico e em certas fases na arte engajada usada como forma de alerta e protesto.

O artista
José Carlos Amorim Melo é artista visual e poeta, formado pela Faculdade de Belas artes de São Paulo. Desde os anos 90 vem desenvolvendo e expondo seus trabalhos regularmente, tanto no estado de São Paulo, como em outros, tendo sido premiado em diversas oportunidades.

Local: Teatro Municipal Braz Cubas
Horário: das 14h às 22h.
Endereço: Av. Pinheiro Machado, nº 48.

ENDEREÇOS:

TEATRO MUNICIPAL BRAZ CUBAS
Avenida Pinheiro Machado, 48.
Centro Cultural Patrícia Galvão – Vila Mathias.

MUSEU DA IMAGEM E DO SOM DE SANTOS  (M.I.S.S.)
Avenida Pinheiro Machado, 48.
Centro Cultural Patrícia Galvão – Vila Mathias.

TEATRO GUARANY
Praça Andradas, 100. Centro.

SESC SANTOS
Conselheiro Ribas,136. Aparecida.

BOLSA OFICIAL DO CAFÉ
Rua XV de Novembro, 95. Centro.

PARQUE ROBERTO MÁRIO SANTINI (EMISSÁRIO SUBMARINO)
Avenida Presidente Wilson, s/n – José Menino.

CEFAS
Vasco da Gama, 87. Jabaquara.

PRAÇA MAUÁ
Centro. Santos.

PRAÇA DOS ANDRADAS
Centro. Santos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s