‘Românticos Anônimos’ está em cartaz no Cine Posto 4

Estreia hoje (24/fev) a comédia dramática franco-belga ‘Românticos Anônimos’. Dirigida por Jean-Pierre Améris, o filme tem no elenco: Benoît Poelvoorde, Isabelle Carré, Lorella Cravotta, Lise Lamétrie. Com valor de R$ 3, há ingressos para sessões das 16h, 18h30 e 21h até o dia 2 de março.

Sinopse. Jean-René (Benoît Poelvoorde) é o dono de uma pequena fábrica de chocolate e Angélique (Isabelle Carré) é uma brilhante confeiteira que começa a trabalhar para ele. Unidos pelo chocolate, não demora muito para que os dois acabem se apaixonando. Mas o sentimento terá de superar uma prova difícil: ambos dividem outra grande característica, uma timidez patológica que quase lhes impossibilita relações com outras pessoas. Agora, para viver essa história, eles terão de passar pelas situações mais inusitadas na tentativa de lidar com suas emoções descontroladas. Uma relação que parece estar condenada ao fracasso, mas, assim como um bom chocolate, é deliciosa e surpreendente.
les-emotifs-anonymes1.jpg

Crítica – Roberto Guerra. Quem já não ficou em pânico diante de alguém por quem se sente atraído? Mãos suadas, palpitações e gagueira são sintomas típicos dos apaixonados mais tímidos. Agora, eleve tudo isso ao cubo e terá uma ideia aproximada dos problemas de Angélique (Isabelle Carré) e Jean-René (Benoît Poelvoorde).

Ele, dono de uma fabrica de chocolates à beira da falência. Ela, uma chocolateira excelente, mas que por sua dificuldade de se relacionar com seus pares não consegue ter uma carreira de sucesso. O encontro dessas duas pessoas com problemas para lidar com o mundo, e entre elas mesmas, é a base do delicioso Românticos Anônimos, do francês Jean-Pierre Ameris.

Delicioso aqui não é força de expressão. A fabricação de chocolate – esta maravilha que comemos quando estamos felizes, comemos quando estamos tristes – serve de pano de fundo para a história, cenário ideal para as desventuras do casal. São de encher os olhos e fazer o espectador salivar as cenas envolvendo a guloseima, a forma como eles desenvolvem novos sabores de chocolate, descrevem minuciosamente cada um deles, o gosto, a sensação que causa na boca, tudo isso faz de Românticos Anônimos um filme que se assiste e degusta ao mesmo tempo.

Diferente da maioria das comédias românticas produzidas em massa em Hollywood, todas sempre muito iguais, a produção mostra ser possível fazer algo interessante mantendo a proposta de humor romântico. E tudo sem apelo sexual exagerado e piadas de mau gosto.

A profundidade dos personagens e suas atuações fazem do longa uma joia rara em meio ao cascalho. A história é conduzida de tal maneira que os protagonistas se tornam pessoas reais, muito em função da química entre Poelvoorde e Carré, ambos perfeitos como dois “emotivos” incorrigíveis. Para completar, um bom elenco de apoio a dar suporte à trama.

Românticos Anônimos tem roteiro espirituoso e inteligente, personagens simpáticos e, acreditem, pouco importa se é possível prever o desfecho da história nos primeiros 15 minutos de projeção. Quando chegar lá, você estará encantado. Leve, sutilmente engraçado e comovente, é perfeito para se ver com quem se ama e, de preferência, com uma caixa de chocolates do lado.

*Cineclick/Cine Arte Posto 4

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s