Livro que detalha fundação do Santos F.C. será lançado dia 28 no Memorial das Conquistas

Em 2012, será completado o primeiro centenário do maior clube das Américas no século XX. E o professor de História Gabriel Davi Pierin, junto da Realejo Edições, proporciona não apenas ao torcedor do Santos Futebol Clube, mas aos amantes do futebol e da História do país, uma viagem pelo tempo – ‘Santos Foot-Ball Clube: o Nascimento de um Gigante: A História da Fundação’ chega às livrarias de todo o país. Em 28 de novembro, uma segunda-feira, às 18h30, haverá sessão de autógrafos no Memorial das Conquistas, no estádio Urbano Caldeira. O evento contará com a presença de antigos craques do Peixe.

O autor passeia, em 128 páginas, por momentos fundamentais do nascimento do Santos, através de detalhes até então jamais disponibilizados em livro para o grande público. A obra também ratifica a Realejo Edições como a principal editora no país a publicar a trajetória do clube. É o sétimo livro da marca sobre o tema. “A estratégia da editora é ser sensível às características também regionais. Mas que não morrem aqui na praia. Por isso, a Realejo olha para temas como futebol, Santos Futebol Clube, que é uma marca mundial, é algo para ser celebrado sempre, aqui e fora do país”, diz o livreiro José Luiz Tahan.

A ideia para a realização de Santos Foot-Ball Club: o Nascimento de um Gigante: A História da Fundação surgiu em 9 de abril de 2006, quando Gabriel presenciou o time ser campeão paulista depois de 21 anos sem levar a taça. “Naquele dia eu tive a certeza de qual seria o tema para o meu Trabalho de Conclusão de Curso”, afirma. “Aliás, foi o Santos que trouxe do interior do Estado do Paraná, no ano de 1959, um goleiro que faria sua História no clube e na cidade: o meu querido pai Carlos Pierin, o Lalá”, recorda.

Com a paixão pelo Santos F.C. presente no DNA e o conhecimento adquirido no bacharelado em História, Gabriel optou por um caminho contrário àquele geralmente abordado e mais popular, que seria retratar o período das grandes conquistas, a Era Pelé.  Assim, dá ao leitor a chance de conhecer uma época menos comentada da agremiação. “Não era especificamente sobre títulos, grandes jogos, resultados e gols que eu queria tratar. Tampouco ser redundante. O objetivo desse trabalho foi demonstrar as bases que o Santos F.C. construiu nos seus primeiros anos e que possibilitaram os grandes feitos futuros”, diz.

Torcedor apaixonado, o escritor José Roberto Torero assina o prefácio da obra. “Ele (o livro) é como um daqueles álbuns de bebê, com seus primeiros dados e suas primeiras fotos. Um bebê que cresceu muito e se tornou uma lenda. (…) De quebra, o santista de Santos ainda descobrirá quem foram os homens que viraram nomes de rua e escola, como Ricardo Pinto e Porchat de Assis”.

*André Azenha – Imprensa Realejo Livros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s